Brasileira nascida na Ucrânia, Tania Lispector Kaufmann foi funcionária pública. Casou-se com William Kaufmann em 1938 e, em 1940, deu à luz Márcia Algranti, que seria a única sobrinha de…

De Berna, na Suíça, onde acompanhava o marido, o diplomata Maury Gurgel Valente, a escritora Clarice Lispector envia esta carta carinhosa à irmã Tania Kaufmann em que fala, dentre outras coisas, da gravidez de seu primeiro filho, Pedro, e da saudade que sente. A carta integra conjunto de cerca de quarenta missivas inéditas do acervo da escritora, sob a guarda do IMS.

Berna, 21 [de] fevereiro [de] 1948

[4] N.S.: Elisa Lispector (1911-1989), irmã de Clarice. [5] N.S.: No exílio, de Elisa Lispector, foi publicado em 1948 por Ruggero Pongetti. [6] N.S.: William Kaufmann (1918-2008), marido de Tania….

…no dia 8 de julho de 1944, quando escreveu à irmã, Tânia Kaufmann: “Tua carta não chegou fora de atmosfera. Eu bem precisava de algumas palavras como as suas. […]…

Desde abril de 1946, Clarice Lispector e o marido, Maury Gurgel Valente, moravam em Berna, Suíça, onde ele, como diplomata, assumira o cargo de segundo-secretário na embaixada do Brasil. A convite do casal de jornalistas Bluma e Samuel Wainer, os Gurgel Valente passaram o final desse ano em Paris, hóspedes dos amigos, que moravam na capital francesa. De lá, onde Clarice e o marido permaneceram até 4 de fevereiro, ela escreve às irmãs Elisa e Tania.

Paris, janeiro de 1947

Minhas queridas, Apesar de não ter escrito tanto tempo, estou sempre pensando em vocês, minhas queridinhas. Não escrevo porque minha vida aqui tem sido mais movimentada do que é possível…