…e indispensável na bibliografia sobre o assunto. Reconhecido como euclidiano essencial, dele Carlos Drummond de Andrade destacou o “intelletto d’amore”, expressão usada por Dante para definir a “inteligência amorosamente aplicada”….

Esta é a carta-resposta de Drummond ao pretendente de sua única filha, Maria Julieta. Ela se casaria com Manuel Etcheverry, chamado de Manolo, nesse mesmo ano de 1949, e com ele teria três filhos: Carlos Manuel, Luís Maurício e Pedro Augusto Graña Drummond.

Rio de Janeiro, 3 de outubro de 1949

…seu propósito de nos podermos ver a todos no futuro, com a desejada frequência. Cordial abraço de Carlos Drummond de Andrade Rua Joaquim Nabuco, 81 – Copacabana Arquivo pessoal Pedro…

Os bastidores da transferência de Cyro dos Anjos, que, por manobras bem-sucedias no Itamaraty, deixava de reger a cadeira de Estudos Brasileiros na Universidade do México para assumir a mesma função em Lisboa ocupam a primeira parte desta carta. Na segunda, o verso drummondiano “a ausência é um estar em mim” ganha força quando o poeta passa a escrever sobre suas saudades depois de assistir à exumação dos ossos da mãe.

Rio de Janeiro, 20 de fevereiro de 1954

…o do Francisco de Assis no seu velocípede. Obrigado. Lembre-nos a Lilita. Para você o melhor abraço do Carlos Cyro & Drummond: correspondência de Cyro dos Anjos e Carlos Drummond

Em resposta à carta que lhe escrevera Rodrigo Octavio Filho a respeito de dados sobre o Penumbrismo, Ribeiro Couto, que nessa época era embaixador do Brasil em Belgrado e a quem se atribuía a criação desse “jeito” de fazer versos, envia-lhe preciosas informações nesta carta. Rodrigo Octavio as utilizaria para escrever o excelente estudo sobre o assunto, incluído em seu Simbolismo e Penumbrismo, de 1970.

Belgrado, 10 de março de 1957

…Rodrigo Mello Franco de Andrade que possuía de Carlos Drummond de Andrade um manuscrito inédito, um manuscrito de versos daqueles anos, intitulado Os 25 poemas da triste alegria.[2] Penumbrismo. Fez…

Em 1972, quando o país comemorou os 70 anos de nascimento de Carlos Drummond de Andrade, não faltou edição especial do Suplemento Literário do Minas Gerais, jornal belo-horizontino. Na edição do dia 28 de outubro, Francisco Iglésias publicou o substancioso artigo “Depoimento e homenagem”, não só com o objetivo de registrar a data redonda, mas também para proclamar sua devoção pessoal, irrestrita, ao poeta de “Sentimento do mundo” que, nesta carta, agradece a homenagem.

Rio [de Janeiro], 4 de dezembro de 1972

…aí vai o profundo agradecimento do seu Carlos Drummond de Andrade Arquivo Francisco Iglésias / Acervo IMS. Esta carta foi publicada no número 11 ½ da revista serrote, edição especial…