por Gustavo Zeitel*

Em meio aos escombros causados pelos bombardeios do Estado Islâmico, um carteiro tenta seguir com suas andanças por uma cidade do Oriente Médio. A última carta de Correio noturno (Tabla, 2020), romance da escritora libanesa Hoda Barakat, tem na força destrutiva o último pilar de […]

Gustavo Zeitel 

João Cabral de Melo Neto não ficou deslumbrado com as águas do Mediterrâneo. Diplomata de carreira, o poeta pernambucano foi transferido para o Consulado Geral em Marselha, no sul da França, em dezembro de 1958. Três meses antes, empreendeu uma longa viagem pela Andaluzia ao lado do amigo Murilo […]

Gustavo Zeitel

Consta no acervo do Institut National de l’Audiovisuel (INA) um vídeo de 1986 em que Serge Gainsbourg classifica a canção como “arte menor”. O cantor e compositor francês respondia a uma pergunta do jornalista Bernard Pivot sobre sua juventude, quando se dedicou à pintura, após frequentar a Académie Montmartre. “Era uma […]

Para quem tem memória, nostalgia é palavra perigosa. Não que saudosismo seja crime. No Rio de Janeiro, as lamúrias são infinitas. Triste é assistir ao telejornal da hora do almoço e se descobrir morador de um balneário infernal. Triste é não ter vivido a era da Bossa Nova, quando ser carioca era tendência de comportamento. […]

Difícil imaginar a devoção de Glauber Rocha por Eisenstein sem que, certa manhã, tivesse sido expulso do Cine Liceu depois de tagarelar durante uma aula do crítico Walter da Silveira sobre O Encouraçado Potemkin. O garoto, sempre comparado pelo mestre a Castro Alves, a imagem da genialidade em flor, abandonou o deboche e caiu de […]