por Heleine Fernandes*

 

“Tive a quem puxar”. Ouvi diversas vezes esse dito popular em minha infância. Depois de muito tempo, tenho a alegria de reencontrar com ele no livro Cartas para minha avó, de Djamila Ribeiro (Companhia das Letras, 2021). Lembro de sentir um misto de orgulho e […]

por Danilo Bresciani

O sentimento do fim e das coisas passadas é nosso companheiro de viagem – como escreveu Drummond, “viver é saudade prévia”. Não sei se você guardará boas ou más lembranças deste ano que agora chega ao seu fim. Mas ficamos combinados assim: você, eventual leitor ou […]

por Rachel Valença

Em 2021, cartas são vistas como coisa do passado. Em 1919, porém, eram uma das mais eficientes formas de comunicação. Por isso, justifica-se que, ao falar daquele ano, um samba-enredo utilize a forma epistolar.

O samba-enredo é uma obra de encomenda. Não cabe a seus autores […]

por Eliana Alves Cruz

Querida Françoise,

Escrevo para você aqui, no século 21, pensando em como tantas distâncias nos separam e admirada como, apesar disto, inúmeras semelhanças nos unem. Sou uma mulher de meia idade, escritora, brasileira como Carolina — a mulher que você tanto admirou e que lhe […]

 

por Gustavo Zeitel*

Em meio aos escombros causados pelos bombardeios do Estado Islâmico, um carteiro tenta seguir com suas andanças por uma cidade do Oriente Médio. A última carta de Correio noturno (Tabla, 2020), romance da escritora libanesa Hoda Barakat, tem na força destrutiva o último pilar de […]