Paulo Mendes Campos escreveu no jornal Diário Carioca de 1946 a 1961, inicialmente na coluna “Semana Literária” e depois na “Primeiro Plano”, na qual publicou esta carta de Newton Freitas em 10 de julho de 1955. A reprodução é precedida da nota: “Por intermédio desta seção, o sr. Newton Freitas envia ao marechal Rondon a seguinte carta, datada de Londres”.

…Vitória, uma geladeira em Roma, raciocinava: se estas coisas fracassarem, há o Serviço me esperando, há o marechal Rondon que me salvará. Os direitos que me assistem a depo­sitar toda…